Publicado por: Prynce H. | 17/06/2009

Biografia – Cordonbleu

Cordonbleu 1

A pronúncia do seu nome exige um leve biquinho feito com a boca no final da palavra. Porém, se aparentemente esse pássaro deveria ser enjoado e fresco, sua história e criação comprovam o contrário.

Cordonbleu. O nome chega aos ouvidos cheio de glamour. Contudo, esse pássaro, que com tal denominação poderia muito bem viver nos arredores do Sena, tem como habitat mais comum a África, sendo bastante conhecido do Senegal ao Mar Vermelho, e ainda junto ao sul da Rodésia. Nessas regiões, leva uma vida muito rústica, como os próprios habitantes locais. Em geral, vive em pequenos bandos, muito próximo às vilas, a até mesmo dentro delas. Seu ninho é construído basicamente de mato seco, e por vezes é encontrado no interior de árvores pouco elevadas, ou até mesmo nos telhados das cabanas indígenas, feitas de folha de palmeira. Em certas regiões, também é encontrado ocupando um ninho abandonado de vespas ou de Tecelões (um outro pássaro).
Se pelas “bandas”da África o Cordonbleu desfruta de ar livre e de uma vida até certo ponto primitiva, nos trópicos e mais especificamente aqui no Brasil, o Uraeginthus bengalus, nome científico desse passarinho,é criado apenas em cativeiro. No entanto, para que se reproduza, é preciso que a qualidade de sua alimentação seja muito boa. Assim, deve-se dar insetos, como as larvas de tenébrio, sementes, como o alpiste, painço e senha, e ainda verduras, tais como o almeirão, chicória e escarola. De “estômago cheio”, o Cordonbleu vai estar sempre “forte e vigoroso”, pronto para dar continuidade a sua espécie. Nessas condições, o pássaro torna-se uma companhia muito agradável, de reprodução relativamente fácil, e não requer grandes segredos e “habilidades” para ser tratado.
O Cordonbleu atinge a idade adulta com cerca de 3 meses. Como nessa idade é comum se namorar, com os passarinhos não é diferente. Namorinho de cá, namorinho de lá, a fêmea é fecundada e costuma botar de 4 a 5 ovos brancos. Ao final de 14 dias de incubação, para alegria do casal de pássaros, e mais do criador, nascem os filhotinhos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: